Imobiliária em Belo Horizonte
atendimento@rscorretordeimoveis.com

Notícias do mercado imobiliário

Seja positivo na sua profissão

Gente, vamos falar hoje o seu comportamento com relação a sua profissão, isso vai servir para todas as profissões, mas como sou corretor de imóveis, vamos entrar nessa área.


Já ouviu a frase " A palavra tem poder", pois bem, se disser com fé, acreditando mesmo no que diz, pode ter certeza que será ouvida e o que disse tem a grande chance de acontecer. 


Bom, então teremos que ter muito cuidado na conversa com o cliente e como vamos expressar. 


Vamos direto ao assunto, quando você sai para trabalhar e diz que hoje vai ser melhor que ontem, ore, acredite, vai ser mesmo, porque se analisarmos que por pior que seja o seu dia de hoje ele foi muito melhor que o dia de ontem, porque ontem passou, já era, não volta atrás, virou passado, o dia de hoje mesmo na sua visão foi péssimo, para o responsável pelo seu dia, Deus, foi muito produtivo, pois ele fez com que você conhecesse algo diferente e lhe mostrou que os problemas não são tão grande assim, que tropeçamos em pedrinhas não em montanhas, temos que ser maiores que os problemas, temos que ver de cima pra baixo e não ao contrário.


Aprenda a lição e a experiência que é só sua, com essa conclusão simplória, você como corretor de imóveis não pode usar frases ou palavras negativas antes, durante e depois do atendimento, pois você já vai com uma carga negativa para o atendimento com o cliente, o clima fica pesado, fechado, etc.


Corretor tem que atender o cliente feliz, bom astral, afinal ele não tem nada com os seus problemas, mas ele pode quem sabe amenizar um pouco os seus problemas, fechando um negócio com você.


As vezes o corretor de imóveis tem o conhecimento para o sucesso, mas peca no âmbito psicológico, a força da mente também faz a diferença, são esses sentidos, palavras fortes, expressões positivas que pode fazer a diferença no seu atendimento e você se destacar diante dos outros.


Só você ´pode fazer a sua diferença, pense nisso.



Renato Sathler

16/12/2015

Últimas notícias